ERA DO GELO

Filhote de lobo de 57 mil anos é encontrado bem preservado no Canadá

Pesquisadores revelaram a descoberta dos restos mortais de um filhote de lobo que viveu na Era do Gelo, na região onde hoje fica Yukon, no Canadá. Estima-se que o animal tenha aproximadamente 57 mil anos. O corpo está bem conservado pois ficou preservado no permafrost (solo congelado) do local.

O lobo cinzento mumificado (Canis lupus) foi encontrado em 2016 por um minerador que cavava o permafrost nas minas de ouro de Klondike, perto da cidade de Dawson. Segundo os cientistas, trata-se de uma fêmea da espécie. Os pesquisadores acreditam que o filhote tenha morrido com apenas sete meses de idade.

Um novo estudo publicado agora na revista científica Current Biology revela uma série de informações sobre o animal, apelidado de Zhùr (que significa "lobo" no idioma dos Tr'ondëk Hwëch'in, povo nativo da região). "Ela é o espécime de lobo mais completo já encontrado da Era do Gelo", disse Julie Meachen, líder do estudo e professora de Anatomia da Universidade Des Moines em Iowa, nos Estados Unidos. "Todos os seus tecidos moles, seu pelo, sua pele, até mesmo seu narizinho ainda está lá. Ela está completa. E isso é realmente raro", completou a pesquisadora.

Exames de Raios-X revelaram até mesmo órgãos internos do animal, o que surpreendeu os pesquisadores. "Eu nunca tinha visto intestinos de 57 mil anos antes", disse Meachen. Análises ósseas também permitiram à equipe reconstruir a dieta de Zhùr. Durante sua curta vida, ela comia principalmente alimentos vindos da água, como o salmão Chinook, espécie ainda presente no Rio Klondike, que fica na região.

Os pesquisadores agora tentam desvendar como o lobo morreu. Eles levantam a hipótese de que o animal foi morto quando sua toca desabou sobre ele. Isso explicaria o fato de seu corpo estar perfeitamente preservado, pois teria sido instantaneamente sepultado em um ambiente frio, seco e hermético.

De acordo com os pesquisadores, é raro encontrar restos mortais de lobos da Era do Gelo na América do Norte. É mais comum que eles sejam encontrados na Sibéria. Recentemente, um filhote canino de uma espécie misteriosa e outro, de leão-das-cavernas, foram encontrados no permafrost daquela região da Rússia.


Fonte: Live Science

Imagem: Governo de Yukon/Reprodução