Dinossauros

Fósseis do titanossauro mais antigo do mundo são encontrados na Argentina

Por: HISTORY Brasil

Pesquisadores encontraram na Argentina fósseis de um titanossauro que viveu há cerca de 140 milhões de anos, no período Cretáceo. Os paleontólogos acreditam que pode se tratar do mais antigo animal da espécie já descoberto. Os mais velhos dinossauros do tipo identificados até hoje surgiram pelo menos 20 milhões de anos depois.

Os fósseis começaram a ser escavados em 2014, na região de Neuquén, na Patagônia. O novo gênero de titanossauro foi batizado de Ninjatitan zapatai. Seu nome é uma homenagem aos pesquisadores Sebastián "Ninja" Apesteguía e Rogelio Zapata.



A descoberta indica que esse grupo de saurópodes com pescoço e cauda longos surgiu no supercontinente Gondwana, que era formado pelo que hoje é a América do Sul, Antártida, África, Oceania, Índia e Arábia Saudita. Durante as escavações, os pesquisadores encontraram uma escápula, um fêmur, uma fíbula e algumas vértebras do titanossauro. Os cientistas acreditam que o animal media cerca de 20m de comprimento.

A região de Neuquén pode ser considerada um celeiro de ossos de dinossauros. No início de 2021, foi anunciada a descoberta dos fósseis de um titanossauro que pode ter sido o maior animal que já caminhou sobre a Terra. O gigante media quase 40m e pesava aproximadamente 69 toneladas. 




Fonte: Live Science

Imagens: Jorge González e Universidad Nacional de La Matanza/Divulgação