MARTE

Helicóptero Ingenuity, da NASA, faz primeiro voo em Marte e marca momento histórico

Foi a primeira vez que uma aeronave fez um voo motorizado e controlado em outro planeta
Por: HISTORY Brasil

Após adiamentos por problemas técnicos, o helicóptero Ingenuity, da NASA, finalmente decolou em Marte. Esse é um momento histórico para a exploração espacial, pois foi a primeira vez que uma aeronave fez um voo motorizado e controlado em outro planeta. O dispositivo chegou ao Planeta Vermelho em fevereiro, a bordo da sonda Perseverance.

“O Ingenuity é o mais recente equipamento em uma longa e histórica tradição de projetos da NASA a atingir uma meta de exploração espacial considerada impossível anteriormente”, afirmou Steve Jurczyk, administrador interino da NASA. Os dados do altímetro indicam que o helicóptero alcançou a altitude de 3 metros, mantendo-se estável ao pairar por 30 segundos. Em seguida, desceu e tocou a superfície de Marte após 39,1 segundos de voo.



Helicóptero Ingenuity fez voo autônomo em Marte

Movido a energia solar, a pequena aeronave tem duas hélices de 1,2 metro e pesa pouco menos de dois quilos. A demonstração de voo inicial da Ingenuity foi autônoma. A aeronave foi pilotada por sistemas de orientação, navegação e controle de bordo executados a partir de algoritmos desenvolvidos pela equipe do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da NASA.

Foram necessários anos de desenvolvimento para que o Ingenuity pudesse voar. Como a atmosfera marciana é apenas 1% mais densa que a da Terra, o helicóptero precisa de mais força de sustentação do que seria necessário na Terra (suas hélices giram a uma velocidade seis vezes maior que equipamentos similares terrestres). Ele também foi projetado para sobreviver a temperaturas superficiais noturnas de -90°C.



O objetivo é que o Ingenuity abra caminho para outras missões espaciais. A capacidade de voo poderá ser um grande trunfo em explorações futuras. Equipamentos voadores podem alcançar regiões montanhosas rapidamente, sobrevoar lagos e se mover rapidamente para evitar situações perigosas. Eles poderão até mesmo colher amostras de solo. 

"Não sabemos exatamente para onde o Ingenuity nos levará, mas os resultados de hoje indicam que o céu - pelo menos o de Marte - pode não ser o limite”, comemorou  Jurczyk.

VER MAIS:


Fonte: NASA

Imagens: Shutterstock.com e NASA/JPL/Divulgação