IDADE MÉDIA

Identificada caverna que pode ter servido de lar para rei que virou santo

É possível que a estrutura seja a casa intacta mais antiga encontrada no Reino Unido
Por: HISTORY Brasil

O lar de um antigo rei que virou santo pode ter sido identificado por arqueólogos na Inglaterra. Os pesquisadores acreditam que Eardulfo, que governou a Nortúmbria entre 796 e 806, viveu em uma casa anglo-saxônica construída em uma caverna situada no atual condado de Derbyshire. O monarca teria morado no local como uma espécie de eremita ou monge, após ter sido deposto.

Rei Eardulfo e Santo Hardulfo

Anteriormente, acreditava-se que a casa na caverna datasse do século XVIII. Mas novos estudos indicam que a estrutura remonte ao século IX. Caso a teoria se confirme, trata-se do lar intacto mais antigo encontrado no Reino Unido, contendo portas, janelas, assoalho e até mesmo uma capela.



Segundo os pesquisadores, a casa é escavada em rochas de arenito macio. Suas portas e janelas estreitas lembram a arquitetura saxônica, enquanto um pilar talhado na rocha é semelhante ao encontrado em uma cripta saxônica situada na mesma região. O local, conhecido como "Cavernas da Igreja Anchor" também está relacionado com um santo chamado Hardulfo.

Historiadores modernos acreditam que o santo Hardulfo e o rei Eardulfo eram a mesma pessoa. Após ter sido deposto, ele teria vivido no local como uma espécie de "santo vivo", com servos a sua disposição. Segundo o  pesquisador Edmund Simons, os eremitas eram vistos como pessoas importantes e sagradas naquela época extremamente religiosa.



VER MAIS


Fontes: CNN e BBC

Imagens: Edmund Simons/Royal Agricultural University/Reprodução