egito antigo

A impressionante história da primeira greve do mundo

Quando aconteceu a primeira greve da história? Não foi algo que aconteceu no final do século 18 ou início do 19, mas sim há mais de 3 mil anos, no Egito. A paralisação foi feita por trabalhadores que construíam a necrópole real de Deir el-Medina, em 1159 a.C., durante o reinado do Faraó Ramsés III.

Segundo um papiro egípcio, preservado no Museu Egípcio de Turim, a ação começa com a negativa dos trabalhadores em continuar a construção do monumento funerário, localizado no Vale dos Reis, até receberem o pagamento de seus salários atrasados. Naquela época ainda não se cunhavam moedas e os trabalhadores eram pagos em mercadorias.

Após duas semanas sem receber, os trabalhadores decidiram parar a construção e protestar diante de seus chefes, segundo o relato do papiro, assinado pelo escriba Amennakht. Em grupo, eles marcharam em direção ao palácio do Faraó e foram recebidos pelo chefe da polícia, que concordou com suas demandas. Assim, eles receberam cerca de meio saco de cevada para fazer cerveja, mas os trabalhadores não se acalmaram. No terceiro mês, eles estavam ameaçando saquear tumbas para conseguir dinheiro para comida.

Suas reivindicações tiveram sucesso e eles chegaram a um acordo para que parte dos salários fosse paga. Mesmo com o fim dos protestos, o não cumprimento do acordo levou a novas greves, acompanhadas de saques, durante os anos seguintes.


Fontes: ABC e Vintage News

Imagens: Shutterstock.com