TESOUROS

Inglês encontra tesouro celta de 2 mil anos avaliado em US$ 1 milhão ao observar pássaros

Enquanto observava pássaros em um pequeno vilarejo no interior da Inglaterra, um homem se deparou com um tesouro celta. Ele encontrou nada menos do que 1300 moedas de ouro com idade estimada em dois mil anos. Segundo especialistas, o conjunto está avaliado em cerca de um milhão de dólares.

“Naquela noite, eu estava observando um pouco os pássaros”, disse o homem, que não teve a identidade revelada. O sortudo disse que após ver uma briga entre aves, olhou para baixo e notou algo diferente no chão. “Eu vi o brilho dourado e percebi que era uma linda peça de ouro celta, o que me fez sentar em estado de choque”, disse ele. “Então, localizei a segunda moeda a meio metro de distância e corri para casa para pegar meu detector de metais”, completou.

Usando o equipamento, ele localizou uma jarra com cabo de cobre. Lá de dentro saiu o que ele descreve como uma “cascata” de ouro. “Uma visão que permanecerá comigo pelo resto da minha vida”, disse. “Tive de me sentar para recuperar o fôlego. Eu só tinha saído para dar uma caminhada e encontrei um tesouro celta”, contou.

As moedas datam da época em que a rainha celta Boadiceia estava em guerra com o Império Romano. Ela liderou um levante contra as forças romanas que ocupavam a região onde hoje fica a Grã-Bretanha durante o reinado de Nero, por volta do ano 60 d.C. Julian Evans-Hart, editor da revista Treasure Hunting ("Caça ao Tesouro", em tradução livre), disse que o tesouro poderia fazer parte do fundo de investimento para financiar o conflito.


Fonte: New York Post

Imagem: Treasure Hunting/Facebook/Reprodução