BIOLOGIA

Menor réptil do mundo, "nano-camaleão" mede 21,6mm mas tem genitais excepcionalmente grandes

Uma equipe internacional de pesquisadores identificou uma nova espécie de camaleões minúsculos. Um macho adulto mede apenas 13,5mm sem contar a cauda. O tamanho total do animal é de 21,6mm. Apesar disso, os cientistas dizem que ele tem genitais excepcionalmente grandes em relação ao resto de seu corpo.

"O nano-camaleão é o menor macho conhecido de todos os vertebrados superiores", disse Frank Glaw, curador de Herpetologia da Coleção Estadual de Zoologia da Baviera, na Alemanha. O animal foi encontrado por cientistas durante uma expedição ao norte da ilha de Madagascar. A nova espécie foi batizada de Brookesia nana. Até agora os autores do estudo só conseguiram encontrar dois indivíduos da espécie. A fêmea é maior que o macho, apresentando 29mm de comprimento total, contando a cauda. 



A equipe também comparou o animal com 51 outras espécies de camaleão de Madagascar e descobriu que os menores camaleões tendem a ter os maiores órgãos genitais em relação ao seu tamanho corporal. Os do nano-camaleão, por exemplo, representam 18,5% do tamanho corporal do macho.

Uma possível explicação para esse fenômeno pode ser a diferença substancial de tamanho entre machos e fêmeas. "Em camaleões maiores, os machos tendem a ser maiores que as fêmeas, mas em pequenos camaleões, acontece o inverso", disse Miguel Vences, da Universidade Técnica de Braunschweig. “Como resultado, os machos extremamente miniaturizados das espécies pequenas precisam de órgãos genitais relativamente maiores, a fim de acasalar com sucesso com as fêmeas maiores", completou.


Fonte: Coleção Estadual de Zoologia da Baviera, via Phys.org 



Imagem: Frank Glaw/Coleção Estadual de Zoologia da Baviera/Divulgação