MULHERES PIONEIRAS

Mulher é aprovada na tropa de elite da Marinha dos EUA pela primeira vez

As provas rigorosas incluem 23 horas consecutivas de corrida e 8 quilômetros de nado em ambientes difíceis
Por: HISTORY Brasil

A barreira de gênero que impedia as mulheres de entrar em qualquer equipe de combate das Forças Armadas dos Estados Unidos foi derrubada há cinco anos. Mas apenas agora uma mulher conseguiu entrar pela primeira vez no Comando de Guerra Especial Naval da Marinha. Para isso, ela teve que completar 37 semanas de treinamento árduo.

Primeira mulher na tropa de elite

Essa verdadeira pioneira faz parte da seleta turma de 17 militares aprovados este ano. Além de realizar exercícios com armamentos, eles devem se submeter a treinamentos de paraquedismo e navegação para ingressar na tropa de elite dos Navy Seals (as forças de operações especiais da Marinha dos EUA). O teste culmina com uma prova final conhecida como "Tour", que inclui 23 horas de corrida e 8 quilômetros de natação em ambientes difíceis.



O programa é tão rigoroso que apenas 35% dos aspirantes conseguem completá-lo. O nome da mulher não foi divulgado, mas o almirante Hugh Howard III, comandante do Comando de Guerra Especial Naval, afirmou que ela demonstrou caráter e liderança. “É um resultado extraordinário”, concluiu.

As mulheres conseguiram abrir caminho como combatentes no exército dos Estados Unidos a partir de 2015. Foi quando o então secretário de Defesa da administração Obama, Ashton Carter, anunciou a abertura irrestrita a elas a qualquer setor ou posição nas Forças Armadas.



VER MAIS

 


Fonte:  BBC

Imagens: iStock e U.S. Navy