matemática

A mulher que ficou conhecida como "computador humano"

A habilidade de Shakuntala Devi para fazer cálculos mentais em questão de segundos era tão impressionante que amigos e familiares mais próximos chegaram a descrevê-la como um “computador humano”. Seu talento a levou ao Guinness Book e a transformou em uma celebridade mundial, demonstrando suas proezas matemáticas em universidades, teatros, estúdios de rádio e televisão.

Em diversas oportunidades, Devi contou que, desde muito pequena, tinha essa particularidade de fazer cálculos matemáticos em sua cabeça. Seu pai, um artista de circo, descobriu a habilidade enquanto eles jogavam cartas, já que a filha sempre ganhava memorizando suas cartas. “É um dom de Deus, um presente divino”, expressava a talentosa mulher em todas as entrevistas.

Cabe destacar que ninguém em sua família tinha capacidades particulares para os números. No entanto, aos 6 anos de idade, a menina prodígio mostrou suas habilidades pela primeira vez em um evento público na cidade de Mysore, Karnataka, estado indiano no qual nasceu. E, ainda que pareça inverossímil, ela aprendeu sozinha a ler e escrever. 

Em 1977, Devi ganhou o “Univac”, um dos supercomputadores mais rápidos já desenvolvidos na época. Sua inclusão no Livro dos Recordes se deu pela multiplicação de dois números de treze dígitos, escolhidos aleatoriamente por um computador, em frente a uma audiência de mil pessoas no Imperial College de Londres. Ela levou apenas 28 segundos, incluindo o tempo que tomou para pronunciar o resultado de 26 dígitos.

A vida de Shakuntala Devi, que morreu em 2013, aos 83 anos, foi retratada em um filme homônimo. Vidya Balan, atriz que interpreta a mulher com o dom genial para os números, a descreveu como uma “menina de um pequeno povoado indiano que pegou o mundo de surpresa”.


Fonte: BBC 

Imagem: Wikimedia Commons