ASTEROIDES

NASA monitora um dos asteroides gigantes que mais oferecem risco à Terra

Por: HISTORY Brasil

A NASA monitora constantemente o espaço em busca de asteroides próximos que possam oferecer risco à Terra. Segundo a agência espacial dos Estados Unidos, não há motivos para se preocupar com qualquer colisão em um futuro próximo. Mas um objeto chamado de (29075) 1950 DA poderia se chocar contra o nosso planeta na distante data de 16 de março de 2880.

Pelos critérios da agência espacial, são considerados potencialmente perigosos os objetos com mais de 140 metros de diâmetro que se aproximam do nosso planeta a uma distância de 0,05 unidades astronômicas (ou seis milhões de quilômetros). Esses asteroides são classificados de acordo com seu tamanho, velocidade, dimensões e data de aproximação. As estimativas indicam que o (29075) 1950 DA pode medir mais de 1 quilômetro de diâmetro, além de viajar a uma velocidade aproximada de 18 quilômetros por segundo.



De acordo com cálculos feitos em 2002, cientistas descobriram que o (29075) 1950 DA poderia atingir a Terra em 2880. Mesmo assim, a chance de isso acontecer é remota, de apenas 0,33%. Mas, em caso de impacto, asteroides do tipo podem desencadear tsunamis devastadores, terremotos e efeitos secundários que se estenderiam muito além da área de colisão.

Segundo a NASA, embora outros asteroides possam representar perigo antes do ano 2880, o caso do (29075) 1950 DA é singular. Isso porque ele é monitorado há mais de meio século e por isso há tempo suficiente para desviá-lo, em caso de necessidade. Os pesquisadores da agência espacial garantem que daqui até lá, existirão métodos eficientes para tirá-lo do caminho da Terra (como destruí-lo no melhor estilo "Armageddon").




Fontes: CNN e NASA

Imagens: Shutterstock.com