Antigo Egito

Navio militar é encontrado em cidade submersa egípcia no Mar Mediterrâneo

Os pesquisadores também localizaram artefatos e restos de um antigo cemitério grego
Por: HISTORY Brasil

Arqueólogos encontraram os restos de um navio militar do século II a.C. no fundo do Mar Mediterrâneo. A embarcação foi localizada nas ruínas da cidade submersa greco-egípcia de Thonis-Heracleion, que foi engolida pelas águas há cerca de 1200 anos. Tratava-se do ponto de entrada mais importante para embarcações gregas no Egito antes da fundação de Alexandria.

Cemitério grego submerso

Segundo o Ministério do Turismo e das Antiguidades do Egito, a embarcação foi encontrada junto das ruínas de um templo dedicado ao deus Amon, destruído por um terremoto. O navio estava enterrado sob 5 metros de lama sólida no fundo do Mediterrâneo. Além do barco, os pesquisadores também encontraram artefatos e restos de um antigo cemitério grego.



Pelas características do navio, os pesquisadores acreditam que ele foi construído no Egito, com técnicas locais e gregas. A embarcação tinha 25 metros de comprimento e uma quilha plana para poder navegar no rio Nilo. Franck Goddio, diretor do Instituto Europeu de Arqueologia Submersa (IEASM), afirmou que encontrar um barco desse tipo é extremamente raro.



De acordo com os pesquisadores, o cemitério grego encontrado no local data do século IV a.C. “Esta descoberta ilustra a presença de mercadores gregos que viviam na cidade e controlavam a entrada do Egito na foz do braço Canópico do rio Nilo (onde se encontrava a cidade portuária de Canopo)”, diz uma nota do Ministério do Turismo e das Antiguidades. De acordo com os arqueólogos, os gregos conseguiram se estabelecer em Thonis-Heracleion durante as últimas dinastias faraônicas e construíram seus próprios santuários perto do templo de Amon.

VER MAIS


Fontes: Infobae e Ministério do Turismo e das Antiguidades do Egito

Imagens: Ministério do Turismo e das Antiguidades do Egito /Divulgação