evolução

Nova espécie humana é descoberta em caverna nas Filipinas

Por: HISTORY Brasil

Ainda que somente o Homo sapiens tenha sobrevivido ao processo evolutivo do ser humano moderno, alguns antepassados coexistiram com a espécie durante a maior parte de sua história. Agora, a descoberta de restos fósseis em uma caverna nas Filipinas revela a existência de um primo desconhecido, que viveu durante a época em que o homem se disseminava pelo mundo, saindo da África.

Segundo Matthew Tocheri, pesquisador da Universidade Lakehead, no Canadá, o revolucionário achado faz com que todo o conhecimento que se tem sobre a evolução humana na Ásia se torne “mais confuso, mais complicado e muito mais interessante”. Os especialistas encontraram um total de sete dentes, seis ossos do pé, mãos e coxas de pelo menos três indivíduos.



Os restos encontrados na caverna Callao, localizada na ilha de Luzon, Filipinas, têm aproximadamente entre 50 mil e 67 mil anos. Atualmente, o consenso científico situa o principal êxodo humano, da África até o resto do mundo, em um período de tempo há 60 mil anos. A anatomia dos ossos do pé e a fisionomia e tamanho dos dentes encontrados levam a crer que se trata de uma nova espécie da família Homo.



 

Batizada como Homo luzonensis, essa antiga criatura teria utilizado ferramentas de pedra para sobreviver. Além disso, diversas análises arqueológicas dão conta de que os indivíduos da espécie eram de tamanho bem mais baixo. Eles viviam na Ásia oriental e coexistiram não somente com o humano moderno, mas também com neandertais, denisovanos e os pequenos “hobbits” da ilha indonésia de Flores.


Fonte: BBC 

Imagens: Callao Cave Archaeology Project/Reprodução