CIVILIZAÇÕES

O grande mistério da série de cordas incas

Por: HISTORY Brasil

Uma equipe de arqueólogos fez uma descoberta surpreendente de 29 quipus, misteriosos equipamentos de cordas amarradas que os incas utilizavam como meio de comunicação e cálculo.

O achado aconteceu na antiga cidade de Incahuasi, que significa “casa do imperador Inca”, localizado nas colinas acima do vale do rio Cañete, a 160 km sul da cidade de Lima, capital do Peru.

[VEJA TAMBÉM: China desaloja milhares para produzir antena gigante para buscar ETs]



Os quipus são uma série de cordas de algodão ou lã amarradas e suspensas por uma corda principal, geralmente feita de pelo lhama ou de alpaca. A palavra quipu vem de “khipu”, que, em quéchua, significa nó. Alguns quipus possuem até 2 mil cordas, e cada encadeamento pode ter vários nós, cuja forma e localização eram capazes de transmitir vários tipos de informação.

Os pesquisadores acreditam que os incas utilizavam esses equipamentos de diferentes formas, tais como o envio de mensagens para todo o império, a gravação de narrações histórias, de informações do calendário e de documentos de propriedade das terras.

Até essa descoberta, só haviam sido encontrados quipus nos túmulos dos escribas incas. No entanto, os quipus de Incahuasi foram achados em um armazém que, há 500 anos, era utilizado para estocar produtos agrícolas como milho, pimenta, feijão e amendoim. Assim, os pesquisadores puderam ver como os nós referentes à pimenta diferem dos que significam milho ou amendoim. Por isso, eles puderam começar a estabelecer um tipo de vocabulário detalhado, que poderá revelar informações valiosas sobre a vida dos incas.

 




Fonte: History.com 

Imagem: Domínio Público via Wikimedia