CIVILIZAÇÕES

O incrível e arquitetônico Código Puuc dos maias

O Código Puuc é uma linguagem própria e que, mesmo tendo sido inventada há muitos séculos, ainda pode ser interpretada. Suas letras são colunas, muros, fachadas e adornos; palavras que foram escritas no período pré-hispânico e permaneceram ocultas aos olhos de todos ao longo da história mexicana e que, agora, voltam a fazer sentido, graças ao trabalho de pesquisadores. E, claro, essa linguagem é também um estilo arquitetônico.

O estilo Puuc foi desenvolvido pela civilização maia entre os anos 1.000 e 500 a.C. Essa forma de construção e ornamentação de edifícios cerimoniais se caracterizou pela utilização de máscaras nas fachadas, frisos e painéis com hieróglifos. A distribuição de cada edifício, o interior dos cômodos e as decorações integravam um código que descreve a vida da elite governante. Esse estilo arquitetônico que sintetiza a história da região foi conservado na península de Yucatán e pode ser encontrado em sítios arqueológicos, como o de Uxmal.

Alguns pesquisadores consideram o período Puuc como uma nova etapa na evolução arquitetônica dos maias. Através do estudo das máscaras e figuras representadas, é possível conhecer o avanço tecnológico dos maias e o contato que mantinham com civilizações longínquas. Uma boa amostra desse estilo está na exposição “Código Puuc: arquitetura e simbolismo”, do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH), que acontece na cidade de Mérida, no México.

Fonte e imagens: BBC MUNDO