EGITO

O raro material extraterrestre encontrado na adaga de Tutancâmon

Por: HISTORY Brasil

Em 1922, o arqueólogo Howard Carter, junto a um grupo de colaboradores e trabalhadores locais, não somente encontrou a tumba do faraó Tutancâmon, de mais de 3 mil anos, mas também encontrou um dos mais controversos objetos da história: uma estranha adaga.

A arma branca, que se encontrava junto aos restos de seu dono, despertou muito interesse devido ao material com o qual foi fabricada. Segundo os pesquisadores, a adaga contém uma lâmina de ferro e apresenta bainha e cabo dourados. Mas o mais surpreendente é que ela é composta por um estranho metal.



Um estudo publicado na revista Journal of Archaeological Science, explica que, na Idade de Bronze, os objetos metálicos eram frequentemente fabricados com materiais provenientes de meteoritos, prática que teria durado até a Idade de Ferro. A pesquisa determinou que essa é a origem da matéria-prima usada na adaga do jovem faraó.

Em 2016, a armadura de Tutancâmon foi examinada com raios-X e foi possível constatar que ela continha ferro, níquel e cobalto. Segundo o autor do estudo, o arqueólogo Albert Jambon, da Universidade Pierre e Marie Curie, na França, esses elementos eram característicos dos meteoritos que durante bilhões de anos caíram sobre a face da Terra. A pesquisa conduzida pelo cientista demonstrou que todo o ferro encontrado na adaga e em outros artefatos do mesmo período veio de meteoritos, e não tem origem terrestre.




Fontes: La Nación e Live Science

Imagens: Shutterstock.com, Albert Jambon/Universidade Pierre e Marie Curie/Reprodução e Wikimedia Commons