VATICANO

O trono do Vaticano que muitos consideram um monumento satânico

Imagem atrás de estrutura de bronze é alvo de diversas especulações
Por: HISTORY Brasil

A Igreja Católica tem um lado sombrio e isso é de conhecimento público, dados os inúmeros episódios de pedofilia e lavagem de dinheiro divulgados nos últimos tempos.


Porém, para além desses crimes, a obscuridade também se manifesta, pelo menos aparentemente, na decoração da Santa Sé, no Vaticano. Nela, na Sala Paulo VI, o trono luxuoso utilizado pelo sumo sacerdote é uma estrutura de bronze que muitos associam ao satanismo.



 

 

Trono satânico no Vaticano?

 




Essa construção, finalizada em 1971, representa a ressurreição de Cristo como um homem que nasce do caos. Seu criador, o escultor italiano Pericle Fazzini, afirmou que a obra chamada “Resurezzione” simboliza Cristo emergindo de uma cratera produzida “por uma bomba nuclear; uma explosão atroz, um vórtice de violência e energia”.


Tanto conspiradores quanto o público em geral que observaram a peça relacionam a imagem a um altar satânico. A estrutura macabra causou muita agitação entre os que a contemplavam, e alguns chegaram a afirmar até que ela seria uma nova prova de que, na verdade, a Igreja é uma organização do mal.

VER MAIS


Fonte e imagens: Pijamasurf