ARMAS

Os Estados Unidos estariam desenvolvendo uma arma que modifica o espaço-tempo

Por: HISTORY Brasil

Os Estados Unidos estão constantemente trabalhando em diversas inovações tecnológicas no campo militar. Agora, uma dessas novas iniciativas parece ter saído diretamente de uma obra de ficção científica. O projeto teria o objetivo de desenvolver uma Arma de Modificação do Espaço-Tempo (Spacetime Modification Weapon, em inglês).

De acordo com documentos confidenciais obtidos pelo site especializado The War Zone, a Marinha dos Estados Unidos estaria fazendo experimentos com tecnologias avançadas. Entre elas, estaria uma superpoderosa arma de modificação do espaço-tempo. Os projetos, que incluiriam naves e reatores nucleares de fusão, seriam todos desenvolvidos pelo engenheiro espacial Salvatore Cezar Pais, um cientista polêmico.



Pais é responsável por patentear uma série de inventos envolvendo tecnologias avançadas encomendadas pela Marinha dos EUA. Entre eles, estariam supercondutores de alta temperatura, geradores de ondas gravitacionais, reatores de fusão compactos e geradores de campo eletromagnético de alta energia. Essas invenções são baseadas no que o próprio engenheiro chama de "Efeito Pais", um conceito de física teórica que supostamente seria capaz de criar um sistema de propulsão que desafia a gravidade, entre outras propriedades fantásticas.

A arma de modificação do espaço-tempo, seria baseada em uma patente de Pais para um "dispositivo de fusão de compressão de plasma". Ela seria capaz deve liberar "níveis de energia extremamente altos" e "fazer a bomba de hidrogênio parecer um rojão", de acordo com o documentos. Mas, os experimentos parecem ter sido inconclusivos. Segundo o The War Zone, o "Efeito Pais" não foi provado nem refutado.



As alegações de Pais geram desconfiança da comunidade científica, já que suas invenções soam inacreditáveis e ainda precisam ser postas à prova. Ao mesmo tempo, como os militares dos Estados Unidos financiam seus projetos, o engenheiro possui uma certa credibilidade.


Fonte: Futurism e The War Zone

Imagens: Shutterstock. com e Governo dos EUA/Lei de Liberdade de Informação