HUMANIDADE

Pesquisa entre historiadores elege quem foi o maior líder de todos os tempos

A revista BBC HistoryExtra realizou uma pesquisa com 20 renomados historiadores, que escolheram quem eles consideraram o melhor líder da história. Com mais de 38% dos votos, o marajá Ranjit Singh, chefe do Império Sikh, no início do século XIX, encabeçou a pesquisa dos líderes mais importantes do mundo.

O escolhido, de acordo com o historiador da Universidade do Alabama Matthew Lockwood, foi quem “construiu um império moderno de tolerância”. Singh foi um unificador, uma força para a estabilidade, a prosperidade e a tolerância, durante seu reinado na idade do ouro para o Punjab e o noroeste da Índia.

Singh garantiu a liberdade religiosa em suas terras: patrocinou templos hindus e santuários sufis, compareceu a cerimônias muçulmanas e hindus, casou-se com mulheres de ambas as etnias e até proibiu o abate de vacas para proteger a sensibilidade religiosa dos hindus. Sob sua liderança, a infraestrutura foi melhorada, o comércio foi aberto e expandido e as artes floresceram.

Após sua morte em 1839, o império de tolerância de Ranjit Singh desapareceu. Os britânicos invadiram o Punjab e o império Sikh entrou em colapso, com a volta da instabilidade à região. Embora tenha se revelado um líder imperialista, Ranjit Singh representou um modelo diferente, mais esclarecido e inclusivo de construção do Estado, um caminho muito necessário para a unidade e a tolerância.

E quanto à posição dos outros líderes na pesquisa? Em quinto lugar, com 4% dos votos, ficou a Rainha Elizabeth I, da Inglaterra. Em quarto lugar, está o presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln. Em terceiro lugar, com 7% dos votos, está o primeiro-ministro britânico Winston Churchill. Em segundo lugar, com 25% dos votos, ficou Amílcar Cabral, que liderou a libertação de Guiné-Bissau da ocupação portuguesa.


Fonte: BBC

Imagens: Wikimedia Commons