ARQUEOLOGIA

Pesquisadores descobrem "Stonehenge de madeira" de 4500 anos em Portugal

Pesquisadores encontraram em Portugal uma construção que alguns estão chamando de "Stonehenge de madeira". Trata-se de uma estrutura composta por vários círculos concêntricos feitos com grandes troncos. Acredita-se que o monumento tenha sido construído há cerca de 4500 anos.

A descoberta foi feita no complexo arqueológico dos Perdigões, no distrito de Évora. A empresa Era Arqueologia classificou o achado como "uma estrutura única na pré-história da Península Ibérica". De acordo com António Valera, arqueólogo responsável pela descoberta, trata-se de uma construção monumental em madeira, da qual restam as fundações, de planta circular e com mais de 20 metros de diâmetro. Essas estruturas são chamadas de "woodhenges" ou círculos de madeira. 

Segundo o arqueólogo, o monumento tinha caráter cerimonial. Até agora, esse tipo de estrutura apenas conhecido na Europa Central e nas Ilhas Britânicas. "Esta é a primeira a ser identificada na Península Ibérica, estando datada entre 2800-2600 antes de Cristo”, afirmou Valera. Ou seja, ela é anterior à construção em pedra de Stonehenge, erguida por volta de 2500 a.C.. 

Os especialistas acreditam que o monumento está relacionado a alinhamentos astronômicos. "Um possível acesso ao interior desta estrutura encontra-se orientado ao solstício de verão, reforçando o seu caráter cosmológico", disse Valera. O pesquisador diz que a descoberta reforça a estreita relação entre construções daquele tipo e as visões de mundo neolíticas.


Fontes: RTP e Observador

Imagens: Era Arqueologia/Reprodução