NAZISMO

Pesquisadores encontram pistas de tesouro de Hitler que estaria enterrado na Polônia

Fortuna nazista pode estar escondida em palácio que funcionou como bordel durante a Segunda Guerra
Por: HISTORY Brasil

Uma equipe de caçadores de tesouros pode ter encontrado o local no qual nazistas teriam enterrado 10 toneladas de ouro, uma fortuna avaliada em quase 700 milhões de dólares. O tesouro estaria enterrado nos jardins de um palácio na Polônia que funcionou como bordel durante a Segunda Guerra. As escavações para encontrar as riquezas escondidas pelas tropas de Adolf Hitler já começaram.

Seguindo a pista do tesouro nazista

Os pesquisadores da fundação polonesa-alemã Silesian Bridge se basearam em cartas, diários e mapas de oficiais das SS para descobrir os primeiros indícios sobre o paradeiro do tesouro nazista. Após analisar os documentos, eles chegaram até um palácio do século XVIII no povoado de Minkowskie, no sul da Polônia.



Uma dessas cartas foi escrita pelo oficial Von Stein a uma garota chamada Inge, que trabalhava no bordel. Acredita-se que a mulher foi colocada ali pelo oficial nazista para controlar o esconderijo. “Ela acreditava que precisava ficar ali durante um ano, talvez dois. Ninguém imaginava que a região ficaria sob o domínio da União Soviética”, pontuou Roman Furmaniak, diretor da fundação Silesian Bridge. Depois da derrota da Alemanha, a mulher teria mudado de aparência e identidade e se casado com um homem da região para poder continuar acompanhando de perto o local até o dia de sua morte, 60 anos depois.



No ano passado, a fundação Silesian Bridge já estava investigando a localização de outra parte tesouro nazista. Em um diário atribuído um oficial nazista que usava o pseudônimo "Michaelis", os pesquisadores encontraram anotações que detalhavam os planos do comandante Heinrich Himmler para esconder tesouros pilhados das vítimas do nazismo. Entre essas riquezas, estavam joias, obras de arte, ouro e objetos religiosos.

De acordo com o diário, o tesouro foi escondido em 11 lugares diferentes. Um desses locais seria um poço abandonado que se estende por 60 metros abaixo do Palácio Hochberg, construído na Polônia no século XVI. 

VER MAIS:


Fontes: Clarín e Daily Mail

Imagens: Wikimedia Commons e Fundação Silesian Bridge/Reprodução