BURACOS NEGROS

Primeiro buraco negro descoberto é maior do que os cientistas imaginavam

Por: HISTORY Brasil

Em 1964, astrônomos detectaram um buraco negro pela primeira vez. Batizado de Cygnus X-1, ele fica localizado na constelação de Cygnus, na Via Láctea. Agora, cientistas descobriram que ele é muito maior do que o imaginado inicialmente.

O estudo foi publicado pela revista Science. Pelos novos cálculos dos pesquisadores, o Cygnus X-1 possui o equivalente a 21 massas solares, o que representa um aumento de 50% em relação às estimativas anteriores. O estudo foi liderado por James Miller-Jones, astrofísico do Centro Internacional de Pesquisa em Radioastronomia, em Perth, na Austrália.



Além disso, a nova pesquisa indica que o buraco negro está mais distante da Terra do que se pensava. Anteriormente, acreditava-se que ele estivesse a uma distância de 6.070 anos-luz do nosso planeta. Mas os novos dados sugerem que, na verdade, ele está a cerca de 7.240 anos-luz de distância. 

Para chegar a essas novas conclusões, os pesquisadores utilizaram dados obtidos com o Very Long Baseline Array (VLBA), um sistema de dez radiotelescópios localizados em diferentes pontos dos Estados Unidos que operam juntos, como se fossem um único instrumento. Com o uso dessa tecnologia, foi possível coletar dados mais precisos sobre a posição do objeto em relação às outras estrelas.


Fontes: Space.com e CNN



Imagem: International Centre for Radio Astronomy Research/Reprodução