PANDEMIA

Quem é Luciana Borio, a brasileira que fará parte da equipe de Joe Biden contra a COVID-19

A força-tarefa de combate à COVID-19 anunciada pela equipe de transição de Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos, conta com uma brasileira: Luciana Borio. A médica é especialista em biodefesa, doenças infecciosas e saúde pública. Ela mora naquele país desde o fim da década de 1980. 

Borio é pesquisadora sênior de saúde global do Conselho de Relações Exteriores dos EUA e ex-cientista-chefe interina da Food and Drug Administration (FDA), agência de regulação de medicamentos dos EUA. Ela também atuou como diretora de preparação médica e de biodefesa do Conselho de Segurança Nacional do país (NSC), até seu departamento ter sido extinto por Donald Trump em 2018. A brasileira foi remanejada para outras unidades dentro do NSC e até maio de 2019 serviu como assessora da Casa Branca. 

No ano passado, Borio saiu do setor público para trabalhar em uma empresa de investimento estratégico em tecnologia para defesa e segurança nacional. Desde o início da pandemia de COVID-19, ela foi uma das maiores críticas à adoção da cloroquina como tratamento para a doença antes de comprovação científica de sua eficácia.

A força-tarefa vai aconselhar Biden, a vice-presidente, Kamala Harris, e a equipe de transição do governo nas estratégias para enfrentar a pandemia. A equipe contará com importantes pesquisadores de universidades americanas e ex-membros da Organização Mundial da Saúde (OMS). "Lidar com a pandemia do coronavírus é uma das batalhas mais importantes que nosso governo enfrentará e serei guiado pela ciência e por especialistas", afirmou Biden.


Fontes: G1 e Veja

Imagem: Michael J. Ermarth/Food and Drug Administration, via Wikimedia Commons