Tá Na História

Quem era o puxa saco favorito de Dom Pedro II? Isso quase deu briga no Maranhão

Por Thiago Gomide do Tá na História

Parceria HISTORY e Tá Na História

Puxar saco é uma prática medíocre que é mega antiga, né?

 

Em qualquer lugar, em qualquer empresa, sempre tem aquele puxa saco. Você conhece algum puxa-saco? Eu conheço vááários.

 

Na história de Alcântara, cidade do interior do meu querido Estado do Maranhão, tem uma briga de dois puxadores de saco de Dom Pedro II.

 

Estou falando do Barão de Merim e do Barão de Pindaré.

 

E esses dois nobres quase caíram no braço por causa de uma visita de Dom Pedro II ao município.

 

Você acha loucura? Entenda melhor apertando o play.

 

 

Importante dizer que os encontros com o Imperador rendiam bons frutos. Trazendo para os dias atuais, não é nada raro encontrar histórias de pessoas que ganharam vantagens a partir de contatos íntimos com políticos.

 

No vídeo, também falo sobre um bajulador famoso que seu bem por causa de sua relação com Dom João VI. Antônio Lopes era comerciante de pessoas escravizadas e, para ganhar vantagens, deu para a Dom João VI simplesmente a Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

 

Quer saber o que ele recebeu em troca?

 

Veja o vídeo para saber.

 

;)

 

Haja paciência para os bajuladores. Haja paciência.

 

**

 

Semana que vem tem mais um vídeo pra você.

 

Se quiser indicar uma história incrível, me manda e-mail no gomide@tanahistoria.com.br.

 

Por favor, não deixe de curtir o canal no youtube. É mais uma forma de mantermos contato.

 


THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade.