IMPÉRIO ROMANO

Rara estátua de 1.900 anos do imperador Adriano é encontrada na Turquia

Descoberta da escultura pode ajudar a esclarecer a passagem dele pela região
Por: HISTORY Brasil

Durante escavações na Turquia, pesquisadores encontraram uma rara estátua do imperador romano Adriano. Os estudiosos acreditam que a escultura tenha cerca de 1.900 anos. A peça, que estava quebrada em seis pedaços, foi localizada em um sítio arqueológico de Alabanda, cidade que ficava situada na província de Caria, na região da Anatólia.

Viagens de Adriano

Quando intacta, a estátua tinha aproximadamente 2,5 m. A escultura é importante porque foi provavelmente criada para marcar a visita do próprio Adriano à região. Ele governou entre 117 e 138 d.C e ficou conhecido pelas longas viagens que fez no vasto território que pertencia ao Império Romano. 



Acredita-se que Adriano esteve na Anatólia durante uma excursão entre os anos 128 e 134 d.C. Na mesma viagem, ele passou pela Grécia, Síria, Judeia, Arábia e Egito. A região onde fica a Turquia moderna foi governada pelos romanos e seus sucessores, os bizantinos, por cerca de 1.400 anos.

A descoberta da escultura pode ajudar a entender melhor a passagem de Adriano pela Anatólia. “Para obter informações mais detalhadas sobre a estátua, estamos tentando encontrar inscrições contendo títulos honoríficos”, afirmou Ali Yalcin Tavukcu, professor do Departamento de Arqueologia Clássica da Universidade Ataturk. Depois, a peça deve ser restaurada para ser exibida em um museu local.



VER MAIS


Fonte: Middle East Eye

Imagem: AA/Reprodução