MÉXICO

Saiba mais sobre o tsunami gigantesco que arrasou Cancun

Pesquisadores encontraram provas a respeito de um tsunami gigantesco, que teria arrasado a península de Iucatã há 1500 anos. O estudo, feito pelo Centro Ecológico Akumal (CEA), no México, e pela Universidade do Colorado, em Boulder, encontrou indícios contundentes para afirmar que a região mexicana teria sido devastada por um maremoto de proporções monumentais. Ao longo do litoral, eles encontraram evidências sobre a existência de um enorme precipício rochoso, de 5 metros de altura.

As análises realizadas no local, com radio carbono, indicam que um tsunami de duas ou três ondas enormes atingiu toda a extensão da costa peninsular. E, para sua surpresa maior, encontraram também ruínas de estruturas maias de diferentes períodos em toda a beirada rochosa. Os pesquisadores conseguiram mostrar também que o maremoto pode ter impactado uma área muito grande, ao ter exposto atípicas rochas costeiras ao longo de 200 km na península de Iucatã.

Até o momento, não foi possível estabelecer as causas de semelhante catástrofe natural, embora os especialistas acreditem que ela possa ter sido consequência de um terremoto, um deslizamento de terras submarinas, uma erupção vulcânica ou o um impacto de um meteorito no oceano.

Fonte: RT 

 

Imagem: Zacarias Pereira da Mata/Shutterstock.com