ADOLF HITLER

Saiba quem foi Yamamoto, o almirante que destruiu Pearl Harbor e fez a alegria de Hitler

Filho de um samurai e ex-aluno de Harvard, o almirante japonês Isoroku Yamamoto marcou seu nome como um dos grandes estrategistas militares da história. Ficou conhecido como o mentor do ataque a Pearl Harbor, no Havaí, em 7 dezembro de 1941.O ataque à base militar dos Estados Unidos deixou mais de 2,4 mil mortos e destruiu boa parte da frota da Marinha dos Estados Unidos, posicionada no Oceano Pacífico. 

[VEJA TAMBÉM: As cinco histórias mais sinistras das duas guerras mundiais] 

Por conhecer a estrutura americana, sua cultura e falar bem o idioma inglês, Yamamoto era um opositor a uma guerra aberta contra os EUA. Seus superiores, porém, não pensavam a mesma coisa. Após o ataque a Peal Harbor, ele disse a histórica frase: “receio que tenhamos acordado um gigante adormecido”.

 

Oficialmente, os EUA não estavam na guerra, mas sua neutralidade era apenas superficial e faltava pouco para que mostrasse o seu apoio incondicional ao Reino Unido. O Japão também não nutria muitos "amores" pelos norte-americanos na época, já que em meados de 1940 o governo cortou os suprimentos de petróleo e aço ao Japão. Isso foi visto como uma ameaça aos planos imperialistas japoneses e conduziu os nipônicos a uma aproximação com os países no Eixo - Alemanha, de Hitler, e Itália. Após o sucesso do ataque à Pearl Harbor, Hitler comentou: 

"Com um aliado tão capaz, não podemos perder esta guerra"

Mas Yamamoto não veria o pior acontecer. Em 18 de abril de 1943, seu avião foi interceptado por caças norte-americanos e abatido no ar. O corpo do oficial foi encontrado na floresta de Buin, na Papua Nova Guiné. Após a morte deste ídolo nacional do Japão, o povo começou a desconfiar sobre a participação do pais na guerra. O Japão finalmente se rendeu após os terríveis ataques nucleares em Hiroshima e Nagasaki.

 

Fonte: Airway

 

Imagem: Fotos sob domínio público