ARTES

Veja o que acontece com um vestido após ser submerso no Mar Morto por 2 meses

Por: HISTORY Brasil

A artista israelense, Sigalit Landau, criou uma obra prima ao subermegir um vestido no Mar Morto.

Uma interessante experiência foi realizada no projeto intitulado Salt Bride, da artista israelense Sigalit Landau, que decidiu submergir um vestido preto no Mar Morto. A roupa passou 2 meses nas água ricas em sal e, como você pode ver nas impressionantes imagens a seguir, o resultado final foi mágico.

O projeto é uma série de fotografias inspiradas na peça Dybbuk, de 1916, de S. Ansky. A história é sobre uma mulher possuída pelo espírito de seu amante morto. O vestido incrustado de sal de Landau é uma réplica da roupa que foi usada na produção dramática da década de 1920.

Ao longo do seu experimento, Landau verificou várias vezes o vestido submerso para capturar o processo gradual de cristalização de sal. A roupa ficou exibida no London’s Marlborough Contemporary até o começo deste mês. O vestido foi mergulhado no Mar Morto em 2014.





Fonte: Bored Panda



Imagem destaque: Matanya Tausig
Imagens no corpo da notícia: Sigalit Landau/Marlborough Contemporary (as duas primeiras) e Matanya Tausig (as duas últimas).