ESPAÇO

Vídeo extraordinário: um meteorito raro ricocheteia na atmosfera e retorna ao espaço

Uma rede internacional de astrônomos compartilhou publicamente um vídeo que registra o momento em que um meteorito do tipo earthgrazer ricocheteia na atmosfera terrestre e retorna ao espaço, em vez de ingressar e se desintegrar pela fricção molecular.  Esses objetos se caracterizam justamente por não entrarem totalmente na Terra, passando apenas nas camadas superiores da atmosfera (ionosfera e mesosfera).

De acordo com a Agência Espacial Europeia (ESA), o  fenômeno aconteceu há alguns dias, quando o objeto, tecnicamente catalogado como meteoroide, desceu a uma altitude de 91 quilômetros, sobre a região norte da Alemanha e Países Baixos, e imediatamente ricocheteou. A trajetória do earthgrazer, que, segundo a especulação científica seria um fragmento de cometa ou meteoro, foi registrada pelas câmeras da Rede Global de Meteoritos, responsável por monitorar a atividade meteórica em todo o planeta.  

Meteoros comuns são observados aos milhares todos os anos, mas a ocorrência de earthgrazes é bem mais rara. Mas só porque eles não chegam a tocar o solo, não significa que sejam completamente inofensivos. Acredita-se que o chamado evento Tunguska, em 30 de junho de 1908, tenha sido causado por um deles.

Naquele dia, uma enorme explosão afetou uma área de  2.150 quilômetros quadrados de uma floresta da Sibéria. Apesar de ser considerado o maior impacto de asteroide da história, não houve a formação de uma cratera no local. Uma nova pesquisa sugere que o corpo espacial era na verdade um earthgrazer que atingiu a atmosfera, causando a onda de choque e ricocheteando de volta.

Confira abaixo o vídeo extraordinário do earthgrazer ricocheteando na Terra:


Fontes: RT e IFLScience

Imagem: Shutterstock.com