ESPAÇO

Vinho espacial: a exótica missão que 12 garrafas cumpriram fora da Terra

Por: HISTORY Brasil

Um dos fatores que influenciam a vinicultura é a altitude. Mas como a produção de vinho seria afetada em uma região mais alta que as maiores montanhas do planeta? Em uma experiência que busca testar os efeitos da microgravidade no produto, uma dúzia de garrafas de vinho e 320 jovens videiras foram lançadas ao espaço pela cápsula SpaceX Dragon em novembro de 2019 e em março de 2020.

Agora, elas retornaram à Terra e o efeito de terem ficado fora da atmosfera terrestre será analisado por uma equipe do Instituto do Vinho da Universidade de Burdeos. A pesquisa, batizada de Mission Wise, explora formas de desenvolver "novas maneiras de cultivar plantas na Terra e aumentar sua escala para alimentar mais pessoas no planeta". A iniciativa faz parte de um um projeto de pesquisa científica lançado por uma startup chamada Space Cargo Unlimited em parceria com a vinícola francesa Mercier.



As videiras serão analisadas para ver como elas mudaram durante seu tempo no espaço, onde os efeitos da microgravidade e uma maior exposição à radiação do que na Terra aceleram as mudanças genéticas. Um dos objetivos da experiência é compreender de que maneira elas evoluíram e cresceram durante as condições extremas enfrentadas por elas durante o último ano. Para isso, eles irão analisar as propriedades dos vinhos e compará-las com as amostras que ficaram na Terra. Provadores experientes também degustarão as 12 garrafas de Bordeaux para ver os efeitos do tempo no espaço sobre o vinho.

"A Space Cargo Unlimited investigará como a radiação espacial e a microgravidade afetam os componentes do vinho durante seu processo de envelhecimento. Isso pode render resultados que ajudam a compreender o realce do sabor e a conservação dos alimentos", disse a empresa em um comunicado. Os pesquisadores acreditam que as videiras e o vinho são "materiais de estudo ideais" para avaliar o futuro da agricultura à medida que as mudanças climáticas continuam alterando as condições de cultivo.




Fonte: CNN

Imagem: Shutterstock.com