Início

Área 51 da Rússia: base militar esconderia segredos envolvendo alienígenas

Habitantes de Volgogrado dizem que um MIG russo derrubou um óvni em 1950

Em 1948, um ano após o suposto incidente envolvendo um óvni que teria acontecido em Roswell, nos Estados Unidos, um caso semelhante foi registrado na União Soviética. Rumores apontam que alienígenas teriam sido levados para a base russa de Kapustin Yar após um combate aéreo com militares do país. Mais tarde, o local ficou conhecido como "Área 51 da Rússia".

Alienígenas em Kapustin Yar

Antes do suposto incidente, a base de Kapustin Yar já era envolta em operações secretas. Em 1946, a extinta União Soviética havia obtido documentos sobre tecnologia nazista após a captura de cientistas alemães que foram presos justamente lá. Assim, os soviéticos lançaram seu primeiro míssil balístico, o R-1, uma réplica do míssil nazista V-2, em 1948. Depois, eles projetaram o temível foguete nuclear R-5, que foi testado no local onde foram realizados ensaios nucleares entre 1957 e 1961.

Segundo revelações de aviões espiões dos Estados Unidos, a base de Kapustin Yar era curiosamente similar ao edifício do Pentágono, que foi inaugurado em 1943. Devido às operações sigilosas realizadas no local, começaram a surgir diversas especulações a seu respeito. Teóricos da conspiração chegaram a afirmar que seu projeto geométrico escondia a secreta intenção de atrair extraterrestres

Área 51 da Rússia: base militar esconderia segredos envolvendo alienígenas - 1

A história do incidente em 1948 começa quando um avião de caça soviético MIG 19 teria avistado um óvni com forma de charuto. Em seguida, após um duelo aéreo, ambas as naves teriam sido derrubadas. Os restos do disco voador e os corpos de ao menos dois alienígenas teriam sido levados à base secreta para posterior análise. Assim como no caso de Roswell, esses rumores nunca foram comprovados.

 VER MAIS


Fonte: Clarin

Imagens: iStock.com e Ministério da Defesa da Rússia