Início

Cientistas desvendam mistério por trás da múmia do Atacama

Por History Channel Brasil em 23 de Março de 2018 às 20:03
Cientistas desvendam mistério por trás da múmia do Atacama-0

Cientistas das universidades de Stanford e San Francisco, nos Estados Unidos, resolveram o mistério em torno da denominada múmia "alienígena" do Atacama, restos mumificados de uma estranha criatura de somente 15 centímetros de altura e fisionomia humanoide.  Ela foi encontrada em 2003 no deserto do Atacama, no Chile. 

Vídeo relacionado:

Segundo os resultados publicados na revista científica Genome Research, o estudo do DNA da múmia revelou que se trata do corpo de uma menina, mais precisamente de um bebê, que pode ter nascido morta ou ter morrido pouco tempo depois de nascer.

A estranha fisionomia de seu corpo, que tem uma cabeça em forma de cone e somente 10 pares de costelas, seria o resultado de uma série de graves mutações genéticas. É uma conclusão científica que desbanca as teorias que asseguravam que Ata, nome dado à múmia, era um extraterrestre. 

“O genoma de Ata a identificou como sul-americana, com variações genéticas da região andina, habitada pelos índios chilotes”, explicou Garry Nolan, autor do estudo e professor de microbiologia da Universidade de Stanford. A menina sofria de nanismo e sérios transtornos de crescimento. 

Fonte: ABC 

 Imagem: Emery Smith/Staford University