Início

Enigmático "portal estelar" em cidade sagrada budista intriga pesquisadores

O Sakwala Chakraya seria um mapa para desvendar os segredos do Universo
Por History Channel Brasil em 11 de Junho de 2021 às 16:42
Enigmático "portal estelar" em cidade sagrada budista intriga pesquisadores-0

Anuradhapura, no Sri Lanka, é considerada uma cidade sagrada para os budistas. Seus templos e monumentos gigantes em forma de cúpula atraem peregrinos e turistas. Mas o local também abriga o que alguns acreditam ser um misterioso "portal estelar".

Sakwala Chakraya

Entre ruínas localizadas em Ranmasu Uyana (um parque cercado por três templos budistas), existe uma inscrição gravada na superfície de uma rocha. Trata-se do Sakwala Chakraya (que significa algo como "Ciclo do Universo"), um suposto mapa para desvendar os segredos estelares.  A gravura intriga pesquisadores há anos.

O centro da inscrição contém sete círculos concêntricos divididos por linhas paralelas verticais e horizontais. Além disso, o diagrama apresenta compartimentos retangulares formados por pequenos círculos cruzados. Segundo os pesquisadores, quando comparado com outras gravuras do período Anuradhapura (séculos 3-10 d.C), que retratam elementos típicos da iconografia budista, o painel não está inserido em um contexto religioso. 

Enigmático

Em 1911, H. C. P. Bell, um servidor público britânico nomeado como comissário de Arqueologia do Ceilão (antigo nome do Sri Lanka), descreveu o painel em um relatório. Ele acreditava que a inscrição fosse uma espécie de mapa celestial. "Sua presença testemunha a antiguidade do conhecimento astronômico ainda buscado em alguns dos monastérios budistas do Ceilão", escreveu.

Mais recentemente, a inscrição atraiu a atenção de ufólogos, que acreditam que ela seja um portal que conecta humanos e espécies inteligentes do espaço sideral. Eles encontraram paralelos entre o painel em Anuradhapura e sítios históricos semelhantes em outros países que são considerados por alguns como portões estelares. Teóricos da conspiração observaram que a gravura tem formas e símbolos quase idênticos aos encontrados em Abu Ghurab, no Egito, e na Porta de Hayu Marka, no Peru.

Alguns pesquisadores apresentam explicações mais terrenas para a inscrição. Especula-se que o desenho poderia ter sido uma espécie de planta arquitetônica para a construção de algum templo ou fortaleza. "Certamente teria havido um uso prático para este diagrama, mas é um grande desafio descobrir o que poderia ter sido quando não podemos datá-lo corretamente", afirmou Raj Somadeva, professor sênior de arqueologia da Universidade de Kelaniya.

VER MAIS


Fonte: BBC

Imagens: iStock.com e Kadkdesilva, via Wikimedia Commons