Início

O mistério de Al Naslaa: como uma rocha de 4  mil anos foi partida ao meio de forma perfeita?

Formação rochosa em oásis na Arábia Saudita parece ter sido cortada com um raio laser
Por History Channel Brasil em 25 de Abril de 2022 às 15:29 HS
O mistério de Al Naslaa: como uma rocha de 4  mil anos foi partida ao meio de forma perfeita?-0

Uma formação rochosa de aproximadamente quatro mil anos chama a atenção no Oásis de Tayma, na Arábia Saudita. A misteriosa rocha, conhecida como Al Naslaa, é partida ao meio de forma perfeita, como se tivesse sido cortada com raio laser. Qual seria a explicação para o inusitado formato da pedra?

Rocha partida ao meio intriga pesquisadores

A rocha Al Naslaa mede aproximadamente 6 metros de altura e 9 metros de largura e fica apoiada sobre dois pedestais naturais. A formação é coberta em sua face sudeste com vários petróglifos (inscrições talhadas por alguma antiga civilização). Representações de cavalos árabes, bodes selvagens e humanos podem ser vistos na superfície da pedra, embora não se saiba exatamente quando as gravuras foram criadas.

Embora os pesquisadores não tenham chegado a um consenso a respeito de como Al Naslaa adquiriu seu formato, algumas teorias tentam explicar o fenômeno. Uma hipótese diz que a rocha fica situada em uma falha geológica e que se partiu quando houve um deslocamento do solo. A fenda resultante pode ter se tornado uma espécie de túnel de vento por onde grãos de areia passariam em alta velocidade. Assim, a rachadura, que era originalmente irregular, pode ter sido lixada naturalmente até que sua superfície se tornasse perfeitamente lisa.

Outra explicação diz que a fissura pode ser uma junta, o que em geologia significa uma fratura natural em uma rocha, sem que tenha havido deslocamento do solo. De forma incomum, às vezes essas formações podem ser retas, como em Al Naslaa. Uma terceira hipótese sugere que a estrutura passou por um processo de congelamento e degelo. Segundo essa teoria, pode ter havido uma infiltração de água em uma pequena rachadura nas rochas de arenito quando elas ainda estavam conectadas. A água pode então ter congelado fazendo com que a pedra se dilatasse, expandindo a rachadura. Quando o gelo derreteu, a pedra teria adquirido seu formato peculiar.

Por fim, existe a hipótese de que a fenda tenha sido feita por humanos. Como a rocha é feita de arenito, ela seria menos resistente a intervenções executadas com ferramentas. É possível que civilizações antigas tenham criado a estrutura com finalidades religiosas ou artísticas. 

Fontes
IFLScience
Imagens
Disdero (CC BY-SA 4.0), via Wikimedia Commons