IGREJA CATÓLICA

Por que o dia virou noite durante a crucificação de Jesus?

Fenômeno descrito na Bíblia poderia estar relacionado com um eclipse
Por: HISTORY Brasil

Muitas pessoas têm curiosidade de saber se o relato do Evangelho sobre a crucificação de Jesus Cristo, que descreve um dia de Sol que ficou escuro, poderia ter a ver com um eclipse total do Sol, como o que se aproxima. Cientistas conseguem explicar - em parte - porque o astro-rei escureceu durante três horas no momento da crucificação. 

Eclipse no dia da crucificação de Cristo?

Vídeo relacionado:




“Era por volta do meio-dia. O Sol se eclipsou e a escuridão cobriu toda a Terra até as três da tarde. O véu do Templo foi rasgado ao meio” (Lucas 23,44-45; A História do Povo de Deus). Embora as palavras pareçam claras, são muitos os estudiosos que afirmam que não se refere necessariamente a um eclipse solar. De fato, existem traduções que não mencionam um eclipse, mas, simplesmente, que o Sol escureceu.

Muitos teólogos afirmam que Jesus foi crucificado em 3 de abril do ano de 33. Segundo documentos históricos e cálculos baseados nas equações de Kepler, nesse dia ocorreu um eclipse lunar e não solar, que teria sido visível de Jerusalém. Uma recriação digital permite ver como a Lua começou a ficar vermelha precisamente às 3 da tarde, momento em que Jesus dava seu último suspiro.


Acontece que um eclipse lunar, supostamente ocorrido no dia que Jesus foi crucificado, não justifica as três horas de escuridão descritas pelo Evangelho durante o evento. De modo que o fenômeno capaz de gerar um eclipse desse tipo continua sendo um mistério para a ciência.

VER MAIS




Fonte: Aleteia