Início

4 descobertas científicas que ninguém acreditou que fossem verdadeiras

Gênios que viveram à frente de seu tempo precisaram lutar contra o obscurantismo e a incredulidade
Por History Channel Brasil em 18 de Outubro de 2021 às 12:05
4 descobertas científicas que ninguém acreditou que fossem verdadeiras-0

No que diz respeito ao conhecimento científico, as últimas gerações foram apresentadas a muitos conceitos claros envolvendo química, física e matemática. No entanto, pensadores importantes do passado tiveram que pagar o preço por estarem muito à frente de seu tempo, tendo que enfrentar o obscurantismo e a incredulidade. Estes são alguns personagens da história que foram questionados por serem considerados “loucos”:


Galileu Galilei

Galileu Galilei

Em 1663, o italiano Galileu Galilei foi condenado a prisão domiciliar para o resto de sua vida. Sua defesa do método científico, baseado na observação e experimentação, o levou a ter grandes divergências com a igreja. Mesmo que sua teoria heliocêntrica tivesse bases firmes, comprovadas muito tempo depois, ele teve dificuldades para convencer a sociedade da época.


Ignaz Semmelweis

Professores da Faculdade de Medicina de Pest, 1863. Semmelweis está atrás, com os braços cruzados.
Professores da Faculdade de Medicina de Pest, 1863. Semmelweis está atrás, com os braços cruzados

O médico húngaro Ignaz Semmelweis foi o primeiro a chegar à conclusão de que existia uma relação entre a falta de higiene médica e a morte de pacientes. Em 1847, ele sugeriu que os médicos lavassem as mãos com uma solução de cloro antes e depois de atender pacientes, para diminuir as mortes. No entanto, seu pedido não foi considerado e ele sofreu descaso até a morte.


Robin Warren e Barry J. Marshall

Robin Warren e Barry Marshall no laboratório da Universidade de Perth, Austrália
Robin Warren e Barry Marshall no laboratório da Universidade de Perth, Austrália

Robin Warren e Barry J. Marshall descobriram a Helicobater pylori, bactéria que pode viver no estômago, causar gastrite e ser responsável por úlceras gastroduodenais. Marshall, ao não ser levado a sério, tomou 20 milímetros de um líquido que continha a bactéria para comprovar sua teoria. Por meio de uma biópsia, foi comprovado que a infecção havia sido causada pelo micro-organismo.


Robert Goddard

Goddard rebocando um foguete em Roswell
Goddard rebocando um foguete em Roswell


O engenheiro dos Estados Unidos Robert Goddard é considerado o criador do primeiro foguete de combustível líquido. No entanto, durante suas pesquisas, não teve muito sucesso: a mídia ria dele, o chamava de louco e afirmava que ele tinha menos conhecimento que uma criança. Tempos mais tarde, suas ideias não somente se tornaram possíveis, como mudaram o campo da engenharia aeroespacial.

Fontes
El Confidencial
Imagens
iStock, Wikimedia Commons e scielo.org.co