Início

Mulher "ressuscita" após passar 45 minutos clinicamente morta

Depois de sofrer um ataque cardíaco, Kathy Patten não apresentava frequência cardíaca, pressão arterial ou oxigênio no cérebro

Kathy Patten, moradora de Baltimore, nos Estados Unidos, sofreu um ataque cardíaco logo depois de saber que sua filha estava entrando em trabalho de parto. Ao ser atendida no hospital, ela não apresentava frequência cardíaca, pulso, pressão arterial ou oxigênio no cérebro. De forma surpreendente, após ter sido considerada clinicamente morta durante 45 minutos, a equipe médica conseguiu ressuscitá-la.

"Milagre ambulante"

Por sorte, ela teve o ataque cardíaco no momento em que chegou ao hospital para acompanhar o nascimento da neta, Alora. Assim, ela foi prontamente atendida por uma equipe de emergência que não poupou esforços para salvar sua vida. Se ela estivesse em outro local, o desfecho poderia ter sido outro. 

“Estou muito grata por Deus ter me dado uma segunda chance. Serei a melhor pessoa possível”, disse Kathy. “É muito assustador, voltar é uma segunda chance de vida”, afirmou. “Você nos ensinou o que significa viver. Você nos ensinou o que significa não desistir", afirmou Dov Frankel, um dos médicos que atendeu a paciente.

Stacey Fifer, a filha de Kathy que estava em trabalho de parto no mesmo hospital, disse que a mãe é um "milagre ambulante".  “Foi obra do destino que minha mãe estivesse aqui", afirmou . "Em última análise, foi por causa de Alora que minha mãe ainda está aqui, pois estava no lugar certo na hora certa”, completou. 

VER MAIS


Fontes: CBS e Mirror

Imagem: iStock.com