Início

Arqueólogos encontram "peça de arte pré-histórica mais importante" da Inglaterra

Pesquisadores acreditam que a peça era um talismã usado para proteger crianças na vida após a morte
Por History Channel Brasil em 10 de Fevereiro de 2022 às 21:57 HS
Arqueólogos encontram "peça de arte pré-histórica mais importante" da Inglaterra-0

Durante escavações na localidade de Burton Agnes, na Inglaterra, arqueólogos se depararam com uma impressionante escultura de calcário que representa um tambor. Acredita-se que a peça tenha cerca de cinco mil anos. Os pesquisadores classificaram o artefato como "a peça de arte pré-histórica mais importante" encontrada no país nos últimos 100 anos.

Talismãs

Segundo os arqueólogos, a peça é semelhante a outras três encontradas na região de North Yorkshire em 1889. Esses artefatos ficaram conhecidos como "os tambores de Folkton". Assim como essas esculturas, o tambor de Burton Agnes também foi descoberto em um local onde havia crianças sepultadas. Os pesquisadores acreditam que os objetos eram usados como uma espécie de talismã para protegê-las na vida após a morte.

"Na minha opinião, o tambor de Burton Agnes é ainda mais intrincadamente esculpido (do que os tambores de Folkton) e reflete conexões entre comunidades de Yorkshire, Stonehenge, Orkney e da Irlanda. A análise de seus entalhes ajudará a decifrar o simbolismo e as crenças da época em que Stonehenge foi construído", afirmou Neil Wilkin, curador do Museu Britânico.

A peça, descoberta em 2015, será apresentada ao público pela primeira vez durante a exposição "O Mundo de Stonehenge", no Museu Britânico. “A escultura é decorada com motivos elaborados que reafirmam um estilo artístico britânico e irlandês que floresceu exatamente ao mesmo tempo em que Stonehenge foi construído”, diz um comunicado da instituição.

Fontes
BBC e ArtNews
Imagens
Curadoria do Museu Britânico/Reprodução