Início

Breve e muito difícil: como era a vida das pessoas na Idade Média

Nos tempos medievais era pouco comum que alguém chegasse aos 50 anos de idade
Por History Channel Brasil em 12 de Maio de 2022 às 21:22
Breve e muito difícil: como era a vida das pessoas na Idade Média-0

Vira e mexe nos deparamos com posts nas redes sociais dizendo que na Idade Média as pessoas viviam melhor do que atualmente. Na verdade, não é bem assim. Homens e mulheres medievais precisavam trabalhar arduamente no campo para poder sobreviver e ainda por cima tinham uma baixa expectativa de vida.

Desgaste físico prematuro

Por uma série de fatores, as condições de vida medievais eram extremamente severas. Em seu livro “A vida cotidiana na Idade Média”, o historiador espanhol Rubén Andrés Martín, afirma que as pessoas comuns daquela época geralmente sofriam de um prematuro desgaste físico. Naquele tempo, era pouco comum que alguém chegasse aos 50 anos de idade.

Idade Média

Segundo Martín, entre os problemas mais frequentes dos cidadãos estavam os desgastes nos ossos, lesões mal curadas, desnutrição e raquitismo. A presença da fome, pestes e a exposição contínua a mudanças bruscas no clima eram as principais causas da baixa expectativa de vida, que era ainda pior entre as mulheres. Uma em cada 10 mulheres morria no parto (e entre 25 e 30% das crianças morriam ao nascer).

Mesmo a vida das pessoas ricas não era tão confortável. Em entrevista ao jornal La Nación, Martín disse que a qualidade de vida e alimentação de um nobre era pior do que a de alguém da classe média atual. Os ricos não contavam com comida variada, suas casas eram modestas e ele contavam com poucos objetos pessoais e peças de vestuário. "Uma pessoa de classe média hoje em dia tem um guarda-roupa melhor do que um rei da época", afirmou.

Quanto ao trabalho, a vida era regida pelo sol, de modo que se trabalhava mais no verão e menos no inverno. "Não havia sentido em ter pressa porque o mundo se movia de acordo com o ritmo de Deus, e isso significava que no verão havia muito trabalho, mas era uma época feliz, porque os frutos eram colhidos, o que significava renda em dinheiro", disse Martín. "No inverno os dias eram mais curtos e essas pessoas descansavam. Muitas vezes, nas representações do calendário, nos meses de inverno (os camponeses) não costumam aparecer trabalhando, aparecem sentados, comendo, tranquilos, não havia tanto volume de trabalho", completou.

Fontes
La Nación
Imagens
iStock