Início

Gravuras escondidas durante 2 mil anos são encontradas em templo no Egito

Incrivelmente preservadas, as imagens representam animais e divindades egípcias
Por History Channel Brasil em 13 de Maio de 2022 às 14:24
Gravuras escondidas durante 2 mil anos são encontradas em templo no Egito-0

Enquanto restauravam o templo de Esna, em Luxor, no Egito, arqueólogos encontraram um tesouro que ficou escondido durante dois mil anos. Encobertas pela poeira do tempo, estavam dezenas de gravuras incrivelmente preservadas nas paredes e teto da estrutura. As imagens retratam animais e divindades egípcias.

Águias com cabeça de cobra

As gravuras foram encontradas na entrada do templo, ocultadas sob uma grossa camada de detritos a uma altura de 14 metros. Entre as gravuras mais impressionantes estão 46 águias divididas em duas fileiras. Algumas delas possuem cabeças de cobra, representando a deusa Wadjet, enquanto outras representam a deusa Nekhbet.

Gravuras no templo de Esna

O Templo de Esna, dedicado ao deus carneiro Khnum e suas consortes divinas, começou a ser construído era romana durante o reinado do imperador Cláudio (41 - 54 d.C.). Acredita-se que sua decoração foi concluída durante o reinado do imperador Décio (249 d.C. - 251 d.C.). Durante os séculos XIX e XX, o Templo de Esna sofreu uma invasão urbana, que limitou o acesso ao local.

Gravuras no templo de Esna

No lado oeste do templo, os arqueólogos também encontraram uma gravura romana em tinta vermelha. A imagem data da época do imperador romano Domiciano, 81-96 d.C., que pode ter concluído a construção da estrutura. Segundo os pesquisadores, mais estudos serão realizados no local para revelar outros detalhes das gravuras.

Gravuras no templo de Esna

 

Fontes
Ahram e Ministério do Turismo e das Antiguidades do Egito
Imagens
Ministério do Turismo e das Antiguidades do Egito/Divulgação