Início

Guaraciaba: o barão negro que foi um dos homens mais ricos do Império

Quem foi essa figura poderosa que marcou a história do Brasil?
Autor
Thiago Gomide, do Tá Na História

Guaraciaba: o barão negro que foi um dos homens mais ricos do Império - 1

Francisco Paulo de Almeida , o Barão de Guaraciaba, honraria que recebeu de princesa Isabel em 1887, nasceu em janeiro de 1826, em Lagoa Dourada, cidadezinha da região aurífera de Minas Gerais.

O pai era comerciante e a mãe escrava. Ele era negro. Ainda adolescente, trabalhou produzindo botões para abotoaduras, com ouro e prata. Para dar um gás no orçamento, tocou violino em enterros. Mas foi como tropeiro que descobriu como ganhar grana de verdade.

Rodando de Minas para o Rio de Janeiro, conheceu a realidade do agronegócio. Não demorou para investir nesse ramo, comprando terras no Vale Paraíba, rica região produtora de café no norte Fluminense.

Na fazenda Veneza, em Valença, cerca de duas centenas de pessoas escravizadas ralavam dia e noite para que os ganhos do senhor não diminuíssem. Eram 400 mil pés de café. Conhecido como “ouro verde”, o grão manteve a economia brasileira pujante durante boa parte do século XIX e as três primeiras décadas do XX.

O ditado popular diz que dinheiro atrai dinheiro. Francisco se apaixonou pela filha de um fazendeiro vizinho ainda mais poderoso. Casaram. A consequência foi virar sócio do sogro, herdando, em seguida, com a morte dele, os bens. No auge, as propriedades do mais bem sucedido Barão negro do Brasil contaram com mil pessoas escravizadas.

E os negócios não ficaram atrelados somente a terra: ele foi dono de dois bancos, usina hidrelétrica e participou da construção da Estrada de Ferro Santa Isabel do Rio Preto, ligando Valença a Barra do Piraí. A inauguração da ferrovia contou com a presença do imperador Dom Pedro II.

Quem foi o Barão de Guaraciaba? Como ele conseguiu ganhar tanto dinheiro? Mesmo negro, ele teve 1000 escravos? Qual era a relação dele com a Princesa Isabel? Mesmo sendo rico, Barão de Guaraciaba sofreu preconceitos? Aperte o play e saiba a resposta dessas e de muitas outras perguntas.



THIAGO GOMIDE é historiador e jornalista. Pós-graduado em História do Brasil e Mestre em História, Bens Culturais e Política pela FGV. Foi apresentador e editor do Canal Futura e diretor da MultiRio, ambos dedicados à educação. Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente assina a coluna "Coisas do Rio", no jornal O Dia, e é presidente da rádio Roquette-Pinto.

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade. 


Imagem: Domínio Público/Reprodução