Início

Promotores pedem condenação de ex-guarda nazista de 101 anos na Alemanha

Joseph S. é a pessoa mais velha a ser julgada por crimes de guerra no país
Por History Channel Brasil em 19 de Maio de 2022 às 21:58 HS
Promotores pedem condenação de ex-guarda nazista de 101 anos na Alemanha-0

Um ex-guarda nazista de 101 anos está sendo julgado na Alemanha por cumplicidade na morte de milhares de prisioneiros do campo de concentração de Sachsenhausen durante a Segunda Guerra Mundial. Joseph S. trabalhou no local entre 1942 e 1945. Os promotores pediram que ele seja condenado a cinco anos de prisão.

Assassinato de 3.518 prisioneiros

Segundo a acusação, ele teria participado do assassinato de 3.518 prisioneiros do campo de concentração, que ficava situado em Oranienburg, um subúrbio de Berlim. O réu se declarou inocente dos crimes imputados a ele. Apesar disso, os promotores disseram que Joseph S. participou "conscientemente e voluntariamente" das mortes. 

Prisioneiros do campo de concentração de Sachsenhausen

"Você aceitou a desumanização das vítimas e tolerou isso. Não acredito nessa história de 'não sabíamos de nada'' ', disse o promotor Cyrill Klement ao réu, que está sendo julgado desde outubro do ano passado. A defesa deve apresentar as alegações finais em 1º de junho e o veredicto está marcado para o dia seguinte.

Cerca de 200 mil pessoas estiveram presas em Sachsenhausen entre 1936 e 1945, sendo que dezenas de milhares de prisioneiros morreram de fome, doenças, trabalho forçado e execuções. A maioria dos presos era formada por judeus, mas também havia ciganos, homossexuais e pessoas que faziam oposição ao regime nazista. Todos haviam sido encarcerados devido a sua religião, identidade étnica, orientação sexual e convicções políticas.

Fontes
Deutsche Welle e Times of Israel
Imagens
German Federal Archives, via Wikimedia Commons