Início

Dirty Dancing estreia nos cinemas

Dirty Dancing estreia nos cinemas-0

Em 21 de agosto de 1987, “Dirty Dancing – Ritmo Quente”, estrelando Patrick Swayze como um instrutor de dança em um resort de verão, estreia nos cinemas de todos os EUA. O filme foi um sucesso inesperado de bilheteria, arrecadando 64 milhões de dólares e transformando Swayze em uma estrela de Hollywood. A trilha de “Dirty Dancing” foi multiplatina e incluiu as músicas de sucesso “(I’ve Had) The Time of My Life”, que ganhou um Oscar de Melhor Canção Original, “Hungry Eyes” de Eric Carmen, e “She’s Like the Wind,” coescrita e cantada pelo próprio Swayze. O filme também contém a fala agora famosa “Nobody puts Baby in a corner” (“Ninguém coloca Baby em um canto”, na tradução).

 

Passado em 1963, no resort fictício de Kellerman, no norte do estado de Nova York, “Dirty Dancing” conta a história do processo de maturidade da adolescente rica Frances “Baby” Houseman, interpretada por Jennifer Grey, que se apaixona pelo instrutor de dança do resort, Johnny Castle (Swayze), durante as férias com sua família. O termo “dirty dancing” se refere ao estilo sensual de dança que a equipe do resort pratica durante suas festas nas horas livres. Quando a parceira de Johnny fica grávida, Baby vira sua improvável substituta, e os dois acabam se apaixonando, contra a vontade do pai protetor de Baby (interpretado pela futura estrela de “Lei & Ordem”, Jerry Orbach). O filme termina com uma sequência de dança triunfante, na qual Johnny e Baby bailam e ele a levanta bem alto no ar.

 

Escrito por Eleanor Bergstein, que baseou o roteiro nas suas próprias experiências de crescimento, “Dirty Dancing” foi a estreia do diretor Emile Ardolino em um longa-metragem - ele havia ganhado o Oscar em 1983 pelo documentário “He Makes Me Feel Like Dancin’”. O coreógrafo do filme, Kenny Ortega, que teve aulas com Gene Kelly, dirigiu mais tarde os filmes do “High School Musical”.

 

Antes de “Dirty Dancing”, Swayze havia estudado no Joffrey Ballet e atuado em filmes como “Vidas Sem Rumo” (1983) e “Amanhecer Violento” (1984), que também estrelava Jennifer Grey. Após sua performance de sucesso em “Dirty Dancing”, o ator coestrelou outro blockbuster, “Ghost: Do Outro Lado da Vida” (1990), com Demi Moore e Whoopi Goldberg. Créditos posteriores de Swayze no cinema incluem “Caçadores de Emoção” (1991), “Cidade da Esperança” (1992) e “Para Wong Foo, Obrigada por Tudo! Julie Newmar” (1995), pelo qual ele recebeu sua terceira indicação ao Globo de Outro por Melhor Ator, ao interpretar a drag queen Vida Bohemme.

 

Relançado em 1997 e novamente (por curto período) em 2007, por seus aniversários de 10 e 20 anos, “Dirty Dancing” é agora reconhecido como um dos mais amados filmes voltados ao sexo feminino – os chamados “filmes de menina” – de todos os tempos. Em 2004, “Dirty Dancing – Noites de Havana”, uma revisão do primeiro longa, passado em Cuba nos anos 50, um pouco depois da revolução de Fidel Castro, foi lançado para uma recepção morna dos críticos e do público. O ainda em forma Swayze fez uma pequena aparição como instrutor de dança.

 


Imagem: [Fair use], via Wikimedia Commons