Hoje na história

28.set.1926

Escapista Harry Houdini é enterrado vivo num caixão por 1h11min

No dia 28 de setembro de 1926, Harry Houdini, um dos mais famosos mágicos da história, realizou, pela terceira, vez o truque de ser enterrado vivo. A performance aconteceu no YMCA, em Worcester, Massachusetts, e o ilusionista ficou 1h11min dentro de um caixão lacrado e submerso na água. O escapista realizou a primeira versão do número perto de Santa Ana, na Califórnia, em 1915, quando foi enterrado em um poço de terra com 1.8m de profundidade. A segunda apresentação ocorreu na piscina do Nova York Shelton Hotel, onde ele ficou submerso por uma 1h30, em agosto de 1926.

Nascido em 24 de março de 1874, em Budapeste, na Hungria, Ehrich Weiss, mais conhecido pelo nome artístico de Harry Houdini, ficou particularmente conhecido pela sua habilidade em abrir rapidamente cadeados e outros tipos de trancas, dentro de caixas e tanques fechados tanto dentro quanto fora da água.

O ilusionista, que havia migrado com a família ainda pequeno para os Estados Unidos, alcançou enorme sucesso. Além de sua habilidade para escapar de correntes, ele também conseguia ficar mais de uma hora submerso na água sem respirar.

A morte do escapista, no entanto, aconteceu justamente em função de uma de suas apresentações, em Montreal, no Canadá, o número da "incrível resistência torácica". Houdini foi golpeado por um estudante, um boxeador amador, quando ainda não estava com os músculos preparados e teve o apêndice rompido. Uma semana depois, morreu em um hospital de Detroit, no dia 31 de outubro de 1926, aos 52 anos.

 


Imagem: [Domínio público], via Wikimedia Commons