Hoje na história

22.out.1962

JFK anuncia bloqueio a Cuba na chamada Crise dos Mísseis

Em um dia como este, no ano de 1962, o presidente John F. Kennedy anunciou ao povo norte-americano que ele havia ordenado, no dia anterior, um bloqueio a Cuba. O ato foi em resposta à descoberta de que mísseis soviéticos foram instalados na ilha. Em seu discurso na TV, ele condenou o líder soviético Nikita Khrushchev pela "ameaça clandestina, irresponsável e provocativa à paz mundial" e avisou que os Estados Unidos estavam totalmente preparados para revidar qualquer ataque.

Khrushchev respondeu enviando outros navios, possivelmente transportando carga militar, para Cuba, além de dar sequência à instalação dos mísseis no país. Ao longo dos próximos seis dias, a chamada "Crise dos Mísseis" deixou o mundo à beira de uma guerra nuclear global. Líderes dos dois países conduziram tensas negociações via telegrama e carta. Felizmente, em 28 de outubro, Kennedy e Khrushchev chegaram a um acordo, e o mundo pode respirar aliviado, porém a cautela persistiu. Os mísseis em Cuba foram desmantelados e, em troca, Kennedy concordou em fechar as bases de mísseis norte-americanos na Turquia.

 


Imagem: [Domínio público], via Wikimedia Commons