Hoje na história

10.DEZ.2020

Morre o banqueiro Joseph Safra, homem mais rico do Brasil

O banqueiro Joseph Safra, homem mais rico do Brasil, morreu em 10 de dezembro de 2020, aos 82 anos, em São Paulo. Segundo a revista Forbes, sua fortuna foi estimada em R$ 119,08 bilhões. De acordo com a assessoria de imprensa do Grupo Safra, do qual era fundador, a morte foi decorrente de causas naturais. 

Joseph Safra nasceu em Beirute, no Líbano, em 1938. Lá, seu pai (que veio da Síria), iniciou negócios no setor bancário, fundando o Banco Jacob E. Safra. Na década de 1950, parte da família se mudou para o Brasil, onde prosseguiu no mesmo ramo. Joseph chegou ao país em 1962. 

Junto do irmão Moise Safra, morto em 2014, Joseph liderou o Banco Safra, um dos principais grupos financeiros do Brasil. Ao longo dos anos, Joseph diversificou seus negócios em diversos campos, com destaque para o mercado de Private Equity e telefonia móvel. Em 2012 deixou a gestão do Banco Safra — passada para seus filhos Alberto, David e Jacob.

Apesar do poder econômico, Joseph afirmava que gostava de viver uma vida simples e reservada, longe da imprensa e da exposição pública. Assim como seus irmãos Edmond e Moise, ele também sempre buscou manter o nome da família Safra ligado à filantropia, com contribuições e esforços voltados para as áreas de assistência social, educação e saúde, não apenas no Brasil mas também no exterior. Joseph foi casado com Vicky Sarfati Safra, com quem teve quatro filhos.


Imagem: Reprodução