Início

Segunda Guerra: começa a “blitz”, bombardeio alemão contra o Reino Unido

Segunda Guerra: começa a “blitz”, bombardeio alemão contra o Reino Unido -0

No dia 7 de setembro de 1940 teve início a “blitz”, como ficou conhecido o intenso bombardeio de aviões alemães contra o Reino Unido. Os britânicos sofreram uma longa série de ataques durante a Segunda Guerra Mundial, que só se encerraram em 10 de maio de 1941, durante a Segunda Guerra Mundial. O nome provém da contração popular inglesa da palavra alemã Blitzkrieg, ou "guerra relâmpago". Os ataques deixaram mais de 43 mil civis mortos, metade deles em Londres, além de mais de um milhão de casas destruídas. Além da capital inglesa, sofreram ataques as cidades de Belfast, Birmingham, Bristol, Cardiff, Coventry, Glasgow, Sheffield, Swansea, Liverpool, Hull, Manchester, Portsmouth, Plymouth e Southampton. Apesar do intenso ataque, os alemães não conseguiram abalar o moral do povo britânico e nem invadir o Reino Unido. O governo britânico, para prevenir o pior, promoveu a retirada em massa de aproximadamente 650 mil crianças para o interior. Hitler desistiu da ação e, após 1941, decidiu dirigir sua atenção para o leste da Europa. O ataque mais devastador aconteceu no anoitecer de 29 de dezembro, quando os alemães bombardearam Londres, provocando o chamado "Segundo Grande Incêndio de Londres". Por conta dos ataques, as defesas antiaéreas do Reino Unido foram aperfeiçoadas, com um crescente número de radares em terra guiando ataques noturnos, peças de artilharia e luzes de busca. A partir de 1941, as perdas da Luftwaffe começaram a aumentar e, por conta da iminente invasão da União Soviética, a Alemanha desistiu de dominar o Reino Unido e se movimentou para o leste europeu, cessando a Blitz em maio de 1941. O último grande ataque contra Londres aconteceu em 10 de maio, quando 515 bombardeiros atingiram prédios importantes, como o Museu Britânico, o Palácio de Westminster e o Palácio de St. James.

 


Imagem: New York Times Paris Bureau Collection. [Public domain], via Wikimedia Commons