POLÍTICA

7 governantes assassinados enquanto estavam no poder

Jovenel Moise, que presidia o Haiti, entrou para a lista macabra de líderes mortos violentamente
Por: HISTORY Brasil

O presidente haitiano Jovenel Moise foi assassinado em sua residência, em Porto Príncipe, na quarta-feira, 7 de julho. O crime político amplia a lista de líderes mundiais mortos de forma violenta enquanto estavam no poder. Confira outros sete governantes que tiveram o mesmo destino:

Governantes assassinados ao redor do mundo

John F. Kennedy, Presidente dos Estados Unidos



O assassinato presidencial mais retumbante da história moderna teve como vítima John F. Kennedy, o político mais jovem a chegar à Casa Branca. Ele foi morto em 22 de novembro de 1963, ao ser baleado em Dallas, enquanto desfilava no carro presidencial.

Indira Gandhi, primeira-ministra da Índia



Filha de Jawaharlal Nehru, o primeiro chefe do governo da Índia após a independência do Reino Unido, Indira Ghandi foi primeira-ministra em três mandatos consecutivos, a partir de 1966. Ela foi assassinada em 1984 por dois de seus guarda-costas.

Yitzhak Rabin, primeiro-ministro de Israel

Yitzhak Rabin foi assassinado durante uma manifestação contra a violência.  Ele foi baleado em 1995 por um ultranacionalista israelense que discordava do tratado de paz que Israel negociava com a palestina. No ano anterior, Rabin e o líder palestino Yasser Arafat haviam sido agraciados com o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços de conciliação. 

Anwar al Sadat, presidente do Egito

Militar e político egípcio, Anwar al Sadat governou seu país a partir de 1970. Em 1977, ele fez história a se tornar o primeiro presidente de um país árabe a visitar oficialmente Israel. Em 1981, ele foi assassinado por um grupo de islâmicos egípcios que se opunham ao tratado de paz com os israelenses. O atentado aconteceu três anos após o líder receber o Prêmio Nobel da Paz.

Rafael Trujillo, Presidente da República Dominicana

Em 1961, Rafael Trujillo, ditador dominicano que governou com punho de ferro por 30 anos, foi emboscado e assassinado enquanto viajava no carro presidencial.

Idriss Déby, presidente do Chade

Idriss Déby passou a governar o Chade após uma revolta armada em 1990. Em 2021, no dia em que seria reeleito pela sexta vez, ele morreu em decorrência dos ferimentos sofridos enquanto visitava soldados que combatiam um grupo de rebeldes.

Benito Mussolini, ditador da Itália

O ditador fascista italiano Benito Mussolini foi morto em 28 de abril de 1945. Na época, ele comandava a República Social Italiana, espécie de estado-fantoche da Alemanha nazista que ele havia fundado no pedaço do território italiano não ocupado pelos Aliados. Ao final da Segunda Guerra, após ataques dos Aliados e da resistência italiana, Mussolini e sua amante, Clara Petacci foram capturados pelas forças resistentes ao tentarem escapar pela fronteira ítalo-suíça. Fuzilados, eles tiveram seus corpos expostos de cabeça para baixo em praça pública.

VER MAIS


Imagens: Wikimedia Commons