Segunda Guerra Mudial

A biblioteca de Adolf Hitler: Conheça alguns dos livros que mais influenciaram o ditador nazista

Quando a Segunda Guerra terminava, a biblioteca de Hitler contava com mais de 16 mil volumes, dos quais apenas 5 mil voltaram a aparecer. Apresentamos abaixo cinco dos exemplares que faziam parte dela e que ilustram hoje o horror da ideologia nazista.

Germânia, de Cornélio Tácito: Fala sobre um hipotético povo germânico, como a idealização de caçadores fortes e viris, unido quase misticamente à sua terra e superior em todo o decadente Império Romano. Embora, na realidade, Tácito jamais tenha visitado a Germânia, ele baseou seus relatos em narrações de forasteiros, o que fez com que os nazistas considerassem seu texto como se fosse uma Bíblia.

Ciências Ocultas, autor desconhecido: Trata-se da reedição de um tratado de alquimia do século XVIII, tema adorado pelos nazistas, principalmente por Heirich Himmler e pelas autoridades da Gestapo. Eles acreditavam no ocultismo e na magia negra como ferramentas eficazes para torná-los invisíveis aos ataques inimigos.

O Judeu Internacional, de Henry Ford: Por mais incrível que pareça, esta é uma sátira escrita pelo empresário norte-americano Henry Ford, por volta de 1920, que teve grande influência em todo o mundo no que diz respeito ao antissemitismo e, especialmente, à formação da ideologia nazista. Hitler possuía um exemplar da reedição de 1922.

Manual de Bolso sobre Tanques: Hitler possuía um exemplar desgastado do Manual de Ataque e Defesa com Tanques, de Heigl, um livro editado em 1935, que introduzia o conceito de Blitzkrieg (guerra relâmpago) e o uso intensivo do transporte de tropas e blindados. Dessa forma, mostra-se evidente a consulta deste exemplar por parte das autoridades nazistas.

Ciência Racial do Povo Alemão, de Hans Günther: É nada menos que o terrível "Rassenkunde des deutschen Volkes", no original, escrito por Hans Günther, pesquisador racial e membro fundamental do partido nazista. Sua obra influenciou as bases da política racial do Terceiro Reich. O livro, embora seja difícil de acreditar, teve seis edições e vendeu mais de meio milhão de cópias na Alemanha nazista.

Esta noite, a partir das 20H, o HISTORY apresentará o especial NAZISTAS NA AMÉRICA LATINA. Confira no vídeo abaixo os planos de Hitler para a dominação do continente americano:

Fonte: lectorati.com