Tá Na História

Carlota Joaquina, a polêmica rainha que não se encaixava na sociedade portuguesa

Por Thiago Gomide do Tá na História.

Parceria HISTORY e Ta Na História

Carlota Joaquina nasceu bem pertinho de Madri. Primeira filha de Carlos VI, o herdeiro do trono Espanhol, e da francesa Maria de Bourbon, que era uma megera. Alguns acham que foi a pior rainha de todos os tempos, só para constar. 

Carlota foi criada com sofisticação, com o melhor que havia. Educação de primeira. Parecia estar sendo preparada para assumir o trono. 

Desde criança, direto da Espanha, a menina mostrava ser braba, inflexível, ficava revoltada quando não obedeciam, quando não saia da maneira que ela achava certo e, como diriam os mais antigos, Carlota era inquieta, arteira e exibida. 

Essas características acompanhariam até o fim de vida.  

Aos 10 anos, ela teve que pagar um acordo. Um acordo feito pelo avô, Carlos III. Foi a Lisboa casar com João, filho da rainha Dona Maria, a “Louca”, futuro rei de Portugal. 

Dona Maria acabou cuidando da menina. Era uma criança. 

Casamento cheio de contratos e que não daria muito certo. 

Você conhece alguém que casou sem querer?  Essa foi Carlota. Primeiro que ela não se encaixava na sociedade portuguesa da época. Era muito extrovertida para os conservadores. Segundo porque ela era muito habilidosa e tinha ambições políticas. Era visível. 

Quer um exemplo? Quando Dona Maria, a “Louca”, fica incapacitada de administrar qualquer parada, Dom João assume a regência. Quem tentava mandar a todo custo era Carlota. Queria acertar os tratados políticos...

Quer saber mais sobre a vida de Carlota Joaquina? E a relação dela com Dom João VI? Como foi a época dela no Brasil? Será que ela tentou mesmo matar Dom João? Clica no play e saiba mais sobre uma das personagens mais polêmicas da história.


THIAGO GOMIDE é jornalista e pesquisador. Foi apresentador e editor do Canal Futura e da MultiRio, ambos dedicados à educação. Escreveu e dirigiu o documentário "O Acre em uma mesa de negociação". Além de ser o responsável pelo conteúdo do Tá na História, atualmente edita e apresenta o programa A Rede, na Rádio Roquette Pinto ( 94,1 FM - RJ). 

A proposta do Tá na História é oferecer conteúdos que promovam conhecimento sobre personagens e fatos históricos, principalmente do Brasil. Tudo isso, claro, com bom humor e muita curiosidade. 


Imagem: Museu de Arte de São Paulo, via Wikimedia Commons