BIOLOGIA

Cientistas da China descobrem vírus gigantes no local mais profundo da Terra

Descoberta feita a 11 mil metros de profundidade, na Fossa das Marianas, causou surpresa
Por: HISTORY Brasil

Pesquisadores da Academia Chinesa de Ciências encontraram vírus gigantescos na Fossa das Marianas, o local mais profundo da Terra. A descoberta foi feita a partir de amostras obtidas pelo navio de pesquisa Zhang Jian. Os cientistas coletaram sedimentos marinhos do abismo Challenger, a 11 mil metros de profundidade.

Os pesquisadores afirmaram que os vírus encontrados fazem parte das famílias Mimiviridae e Phycodnaviridae. De acordo com os cientistas, alguns deles são ainda maiores que bactérias. No caso da família de vírus Mimiviridae (ou mimivírus), que representa aproximadamente 4% da população encontrada nas amostras, o tamanho de um vírus pode alcançar os 700 nanômetros de largura. Isso significa que eles podem ser observados a olho nu.




Mimivírus observado em microscópio

Vírus gigantes são encontrados em muitos lugares, mas parecem ser mais abundantes em profundidades extremas, onde a pressão é muito alta. No fundo da Fossa das Marianas, onde foram encontrados os novos exemplares, a pressão é de 11 mil atmosferas, e a temperatura é muito baixa, entre 2 e 4 graus Celsius.  Em algumas experiências, esses vírus gigantes foram capazes de causar danos aos tecidos em mamíferos, mas até agora não há evidências de que possam causar danos diretos aos seres humanos.


Localização do abismo Challenger



As tentativas anteriores de obter amostras virais do abismo Challenger fracassaram devido aos desafios técnicos extremos. Mas as amostras coletadas pelo navio Zhang Jian renderam material suficiente para a equipe obter sequências de genoma de 15 tipos diferentes de vírus e mais de 100 tipos de outros microrganismos.

VER MAIS


Fonte: South China Morning Post

Imagens: iStock e Wikimedia Commons